quinta-feira, 5 de junho de 2014

TORCIDA CONSCIENTE MENTES DE FERRO



Movimento carioca doa itens esportivos arrecadados em campanha para projeto de futebol de base feminino, faz mutirão de limpeza com atletas em manguezal na Ilha do Governador e dá  forma ao mascote do mundial com materiais reciclados com oficinas gratuitas para crianças


No dia 14 de junho (sábado), a partir das 9h, Mentes de Ferro vai entregar doações de itens esportivos novos e semi novos ao Projeto Futuro Rio Bancários (FRB), de futebol de base feminino, com sede no bairro Bancários localizado na Ilha do Governador (RJ). A data também celebra o Mês do Ambiente com um mutirão de limpeza e educação ambiental em um manguezal próximo á sede do FRB. D. Maria Rita, moradora da região, está engajada: doou 10 mudas de algodão, 01 de acerola e 01 de pau Brasil para serem plantadas na ocasião que conta ainda com a presença do mascote do mundial de futebol todo feito de materiais reciclados.

As Campanhas do Mentes de Ferro incentivam a solidariedade e o reuso de materiais esportivos em benefício de futuros atletas e projetos do movimento de renovação esportiva já existentes no estado do Rio de Janeiro. A Campanha Mentes de Ferro Bike Friendly – BRA, por exemplo, arrecada bicicletas abandonadas ou sem uso dos prédios com bicicletários nos bairros da Zona Sul e Barra da Tijuca. O 3 R’s (repensar, reusar e reciclar, fazem parte do dia a dia das iniciativas Mentes de Ferro: http://youtu.be/XBIh24DSEZY


Para a construção do mascote do mundial a diretora artística do Mentes de Ferro, Valéria Muniz, mobilizou os alunos da escola municipal Bento Rubião na Rocinha, São Conrado (RJ). Eles conseguiram reunir mais de 200 garrafas pet e outros materiais recicláveis para a confecção do mascote que tem mais de um metro de altura. Ele será presença ilustre no mutirão de limpeza dia 14.

Mentes de Ferro acredita no esporte como ferramenta para educação rumo ao desenvolvimento sustentável e se coloca como mais um ator no sentido de incorporar o ideário dos valores da educação olímpica, e de propor reflexões e ações sobre o papel dos amantes e praticantes de atividades físicas-desportivas nos recursos ambientas e equipamentos urbanos de que dispomos.




                Com este intuito desejamos levar o Fuleco às ruas e ensinar jovens e crianças a confeccionar seu próprio mascote com materiais recicláveis, utilizando a ideia da sustentabilidade e estimulando uma torcida, sim! Claro!! Desde que cresça consciente e inovadora!
Equipe Mentes de Ferro:
 9 7507-1877 - Chris Keller (Diretora de Comunicação)
9 8861-3182 - Valéria Muniz (Diretora Artística - intérprete e compositora)
9 9923-0164 - Gabriela Hermes (Fundadora do Mentes de Ferro)
 
www.mentesdeferro.com
Curta Mentes de Ferro nas redes sociais!
<
https://www.facebook.com/pages/Mentes-de-Ferro/547581641928925?fref=ts>
YOU TUBE: Documentários Mentes de Ferro
<
http://www.youtube.com/user/mentesdeferrofilms/videos>*

quarta-feira, 4 de junho de 2014

CELEBRAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COM MENTES DE FERRO



Movimento carioca doa itens esportivos arrecadados em campanha para projeto de futebol de base feminino e faz mutirão de limpeza com atletas em manguezal na Ilha do Governador

 foto: André Lima


No dia 14 de junho (sábado), a partir das 9h, Mentes de Ferro vai entregar doações de itens esportivos novos e semi novos ao Projeto Futuro Rio Bancários (FRB), de futebol de base feminino, com sede no bairro Bancários localizado na Ilha do Governador (RJ). A data também celebra o Mês do Ambiente com um mutirão de limpeza e educação ambiental em um manguezal próximo á sede do FRB. D. Maria Rita, moradora da região, está engajada: doou 10 mudas de algodão, 01 de acerola e 01 de pau Brasil para serem plantadas na ocasião.

Mentes de Ferro acredita no esporte como ferramenta para educação rumo ao desenvolvimento sustentável e se coloca como mais um ator no sentido de incorporar o ideário dos valores da educação olímpica, acompanhar as discussões sobre melhoria de locomoção, reforma, construção e conservação de equipamentos culturais e esportivos, e de propor reflexão e ações proativas e positivas sobre o papel dos amantes e praticantes de atividades físicas-desportivas nos recursos ambientas e equipamentos urbanos de que dispomos.

“Esporte sustentável é aquele que atende às necessidades da comunidade esportiva atual enquanto contribui para o melhoramento das oportunidades esportivas para  todas as gerações futuras e a melhoria da integridades do ambiente social e natural, do qual depende” - David Chernushenko (2012, p21)
Ser bem-sucedido hoje é um desafio para a alma, corações e mentes. Assim já dizia o poeta: “Para ser grande, sê inteiro: nada teu exageres ou excluas. Sê todo em cada coisa. Põe quanto és no mínimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda brilha, porque alta vive” - Fernando Pessoa.



COMPARTILHE AQUI SUAS AÇÕES AMBIENTAIS
mentesdeferro@gmail.com
VEJA O QUE PODE SER FEITO
Poderia ser na Praia de Copacabana, Ipanema ou Leblon, mas Vôlei de Praia é na Praia da Urca. Lá a modalidade está presente há 15 anos e ajuda gerações de jovens da Urca a ficar mais ativa em todos os sentidos! Apesar de pequenina e de estar no mapa do Programa Sena Limpa, do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura do Rio, para despoluir seis das principais praias do Rio até 2014, incluindo a Urca, o local é, hoje, um reduto de lixo marinho, mas também de muito esporte e história: http://youtu.be/tVHtpL8pviY
As Campanhas do Mentes de Ferro incentivam a solidariedade e o reuso de materiais esportivos em benefício de futuros atletas e projetos do movimento de renovação esportiva já existentes no estado do Rio de Janeiro. A Bike Friendly arrecada bicicletas abandonadas ou sem uso dos prédios com bicicletários nos bairros da Zona Sul e Barra da Tijuca. O 3 R’s (repensar, reusar e reciclar, fazem parte do dia a dia das iniciativas Mentes de Ferro: http://youtu.be/XBIh24DSEZY
Em março de 2013 foi o Arpoador, que em meio a um festival de esportes de Praia recebeu o Mutirão MF durante a Campanha de arrecadação em prol de um projeto de corrida de uma comunidade pobre de Búzios. http://youtu.be/H1_Us-gkPfM
No Morro do Salgueiro mais de 50 brinquedos e roupas, itens foram arrecadados e entregues ao Projeto Jardim do Amanhã (J.A) no dia 3/11 beneficiando cerca de 20 crianças, entre 2 e 14 anos de idade. O Mutirão de Limpeza lá ocorreu na Trilha da Coréia e revelou susrpresas: http://youtu.be/YxC7cfuyZ1s
Em breve você também poderá contribuir com essas e outras iniciativas. Fique lig@do!


terça-feira, 3 de junho de 2014

MÊS DO AMBIENTE - ESPORTE E SUSTENTABILIDADE COMBINAM?



A Natureza das Competições
Que o esporte faz bem à saúde e melhora a qualidade da sociedade todo mundo já sabe. Mas você sabia que o esporte também pode contribuir para melhorar o meio ambiente? Veja aqui!

Primeiro, é preciso entender que está tudo interligado, saúde humana e a conservação dos serviços ambientais. Mas o que são os serviços ambientais e essa tal de sustentabilidade?


O Brasil está sediando o mundial de futebol e todo mundo sabe que sediará também os Jogos Olímpicos de Verão em 2016. O que pouca gente sabe é que a sustentabilidade também está em jogo!

Infelizmente faltou gestão responsável e poucas obras foram ou serão entregues a tempo para este megaevento futebolístico. A toque de caixa fica difícil pensar em sustentabilidade. Se o planejamento tivesse sido colocado em prática desde o anúncio de que o Brasil sediaria a competição mundial de futebol, talvez o meio ambiente também levasse vantagens.

Imaginem se a gestão dos organizadores desses megaeventos tivessem sido mais responsáveis? Entre as mudanças que o Brasil se comprometeu a fazer para receber esses eventos esportivos estavam: o aumento do tratamento de esgoto nas cidades e a despoluição da Baía de Guanabara e das Lagoas Rodrigo de Freitas e de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

É que nesses lugares aconteceriam competições de vela e remo, por exemplo. O remo, já perdemos para Foz do Iguaçu. Ficaremos com a Lagoa e com a Baía de Guanabara com estão, porque os atletas não terão as condições ideais para as disputas e o meio ambiente perde a competição para o salto de qualidade, mais uma vez! Ao menos os atletas não correrão riscos de ficarem doentes, mas a população local... deve se precaver!

DESEJAMOS SORTE E EM UMA TORCIDA CONSCIENTE!
Agora que já sabemos que não teremos legado para o planeta e que a conservação ambiental também está relacionada a realização de eventos esportivos, temos que torcer não apenas pelos representantes do Brasil nas competições, mas também para que o compromisso com o ambiente seja levado a sério e lembrado pelos torcedores locais e visitantes.

Afinal os jogos passarão e o tal legado poderia ter melhorado a qualidade de vida desta e das próximas gerações.




Share it