sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Experiência Extraplanetária



Melhor celebração não há. No ano de 2016, Mentes de Ferro comemora 4 anos, foram 8 campanhas ‪#‎PassedeSonho‬ e ‪#‎BikeFriendly‬. A‪#‎ChamaOlímpica‬ convoca o povo para os Jogos. Na Grécia antiga, o sinal de fumaça anunciava o início das Olimpíadas, que este fogo lance luz ao trabalho de base de cada projeto apoiado por nós e aos outros espalhados pelo país e fortaleça nossa força de trabalho. Vcs fazem o‪#‎esportedebase‬ nacional acontecer Anilzo Santos Monike Azevedo Gui Oliveira Bernardo Tillmann Jair Ferreira e Snorre Holand Thoralf RiiserTom Dybwad Karina Lins E Silva. Este vídeo é pra vcs , obrigada:https://www.youtube.com/watch?v=m1kXca9o0Wg&feature=youtu.be

quinta-feira, 21 de julho de 2016

EQUIPE DE CICLISMO CRIA PROJETO QUE RECEBE APOIO DO MENTES DE FERRO


    ENTREGA DOAÇÕES A PROJETO DE CICLISMO

    • Doações são entregues a projeto de Ciclismo em Maricá
    • Assessorias Esportivas e Equipes de esporte criam projetos de base
    • Equipe de ciclismo que fundou projeto Brabinhos vai fazer bazar neste domingo (24 de julho), Boa Viagem Niterói/RJ
    No dia 18 de junho de 2016, Mentes de Ferro entregou doações arrecadadas durante a Maratona do Rio. O trabalho do Mentes de Ferro é apoiar o esporte de base, até a formação dos atletas do futuro. Para isso, Mentes de Ferro realiza as Campanhas  de integração social Passe de Sonho e Bike Friendly Brasil, desde 2012.

    - As Campanhas Mentes de Ferro arrecadam itens e equipamentos esportivos e até bicicletas que temos em casa, sem uso, mas que ainda servem para atletas do futuro, como os da ONG Futuro Rio de Janeiro um time de futebol feminino e masculino fundado no bairro de Bancários, na Ilha do Governador e que nos representará, em agosto na Copa Sub 20 da Noruega, a mais importante do mundo nesta categoria - explica  Gabriela Hermes.

    Ao longo desses 4 anos de atuação no Rio de Janeiro, Mentes de Ferro descobriu que Assessorias Esportivas e Equipes de esporte têm criado braços sociais. “Eles criam projetos sócio esportivos com a marca deles, são incentivadores do esporte assim que merecem nosso reconhecimento, divulgação e apoio” – afirma a triatleta amadora e empreendedora social, Gabriela Hermes – fundadora do Mentes de Ferro.

     “O mais legal é ver que uma ideia inspira outras tantas. Quando divulgamos os projetos de base no nosso canal, ou por meio da nossa assessoria de imprensa gratuita, outras pessoas também se empoderam e o sonho esportivo vira realidade. No caso do Brabinhos o objetivo é formar atletas de alta performance, que sabe Olímpicos” – comenta Gabriela.

     Allan, no meio de azul é fruto do projeto e já é campeão estadual junior



    No caso do projeto Brabinhos MTB, os fundadores são muito empreendedores: realizam provas de Ciclismo em Niterói e as medalhas, troféus e outros materiais que sobram dessas competições são usados nas aulinhas de Ciclismo para os “Brabinhos”. As aulas acontecem em uma escola Estadual no bairro do Caju, em Maricá.

    As camisas de tamanho grande doadas para o Mentes de Ferro por atletas que já competiram fora do Brasil, no Giro D’ Itália, por exemplo, ou que já fizeram parte de equipes famosas, assim como as sapatilhas adultas, que ficaram grandes para as crianças do projeto Brabinhos serão recicladas de outra forma. Essas peças que ficaram grandes nas crianças não ficarão paradas!

    - Consultamos a Gabi e ela deu a maior força para a gente fazer um bazar e vender essas peças grandes e boas a dez reais cada uma, durante a próxima Prova de Estrada da Federação, neste domingo (24). Assim, os atletas podem comprar o que precisam e ainda ajudar. A princípio, vamos comprar luvinhas para quem ainda não tem - explica Fernanda Prado Roque e Luiz Claudio Ferreira, idealizadores do Projeto Brabinhos MTB.
    Ótima ideia, não é mesmo?


    ENDEREÇO DO BAZAR PRÓ BRABINHOS:
    DATA: 24/07/2016
    LOCAL: Boa Viagem – Niterói/RJ
    CONTATO MENTES DE FERRO:

    21 9 8965-4941 / 9 9923-0164

    sexta-feira, 24 de junho de 2016

    FUTURO RIO DE JANEIRO RECEBE O MENOR THALISON SANTOS

    Mentes de Ferro esteve com o jovem Thalison Santos Muniz em Bancários, bairro da Ilha do Governador onde mantém residência provisória e de favor, graças a Jair Ferreira, fundador da ONG Futuro Rio de Janeiro, que é um time de futebol.

    Jair Ferreira, fundador do time de futebol masculino e feminino Futuro Rio, na Ilha do Governador, vive um impasse. O time  Futuro Rio de Janeiro (Sub 20) que criou em 1999 está prestes a realizar o sonho de qualquer jogador no Brasil, jogar em um torneio internacional. Jair embarca dia 28 de julho para levar o time de futebol que fundou em 1999 para a (Norway Cup 2016Copa da Noruega Sub 20. Seria um dia perfeito não fosse o caso do menor Thalison Muniz 

    Durante a entrega de garrafas de água sustentáveis que o grupo deverá levar para a hidratação durante o período de competição na Copa da Noruega Sub 20 Mentes de Ferro descobriu que o jovem fora reentregue da Noruega para o Brasil, porque o visto dele, de turista, já estava vencido e a justiça norueguesa não reconhecia a guarda dos avós residentes lá:

    - Lá morava com a minha avó materna, casada com um norueguês, tinha amigos e um futuro pela frente. Jogava futebol em um clube da segunda divisão e sinto saudades de tudo aquilo, porque aqui não tenho lembranças boas, minha mãe morreu quando eu tinha 8 anos na minha frente. Como meu pai e meu avô tinham problemas com bebida, meu pai tem um processo até de abandono de incapaz em relação a mim, vivi um período na rua. Foi quando minha avó que já era casada e residente na Noruega mandou eu ir pra lá. Só que a guarda não era dela, era do meu avô paterno e eu estava com visto só de turista, foi quando o problema todo começou - explica o menor

    Apesar de a guarda ser apenas atribuída à avó de Thalison, a imigração norueguesa acreditava que era também do avô biológico, que mora no Brasil e acreditavam que ele poderia cuidar do menor no Brasil, por isso negaram o visto de residente na Noruega. Noruegueses não entendem muito bem essa realidade brasileira que um menor sofreu maus tratos, teve que ser afastado do pai, e que no país de origem está desassistido e desabrigado, não fosse a solidariedade de pessoas como Jair Ferreira. 

    Obrigado a voltar ao Brasil por decisão judicial norueguesa, Thalison acabou sensibilizando Holand Snorre, presidente da ONG que é um time de futebol, Futuro Rio de Janeiro. Thalison está morando de favor atualmente, na casa de Jair Ferreira, na Ilha do Governador. A família de Thalison, a avó e o marido da avó dele, residentes na Noruega, já possuem a guarda do menino. “Precisamos agora acelerar a liberação do visto de residente do Thalison até o dia 28 de  julho. Jair, que é quem abriga o Thalison até o momento aqui no Brasil, embarca com o time Futuro Rio de Janeiro para a Copa da Noruega no dia 28 de julho e o menor corre o risco de ficar desabrigado e desassistido” – explica a advogada que cuida do caso no Brasil Karina Rodrigues Costa

    Thalison é habilidoso com a bola e fluente em norueguês