quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

SUPERAÇÃO do esportista que nutre o empreendedorismo social com esporte

Hoje, quinta-feira, 20/02/2015, começa o Ultraman da Flórida!

Entre os 40 participantes, cinco brasileiros. Um deles é Bernardo Tillmann, um carioca "Esportista S.A.", boa praça! Ele mantém Projetos Sociais apoiados pelo Mentes de Ferro.

Após ter marcado presença em inúmeros desafios multiesportivos, incluindo uma participação em Kona (Havaí) principal prova de Triathlon de longa distância do planeta, ele tem pela frente o maior deles, ou, ao menos o mais longo. 

Hoje, a partir do meio dia (horário de Brasília) até domingo essas mentes de ferro percorrerão - nadando, pedalando e correndo - 517,5 quilômetros. Um dos critérios para poder participar é ter completado a distância Iron (226,28Km) há no máximo 18 meses.
Serão 3 dias de prova: 1º dia 10km de Natação+150km de Ciclismo; 2º dia pedalando mais 276km e no terceiro dia finalizam com "míseros" 84 km de Corrida!!
Bernardo Tillmann é multiatleta, professor de Ed. Física e empresário (dono de assessoria esportiva Tribus Adventure e organizador de provas de Maratonas Cross Country - Búzios e Itaipava). 

Leva com ele - além da bagagem, uma experiência e tanto, e mais: 40 dias em um Camp treinando e se climatizando com os monstros do Triathlon mundial, teve até um dia que o treino de Natação fora comandado por Dave Scott (6x Campeão no Mundial de Ironmam, Kona)!

Tem ainda uma força extra: a filha de 8 meses Julinha, a esposa Suyanne Freitas e um de seus corajosos alunos, Diogo Menegaz, estreantes na distância. Novos desafios? Cá para nós, a meta futura deve ser alcançar o índice para o Mundial de Ultraman, foi assim no Ironman, é só seguir a lógica, ou não?
SUPERAÇÃO é a palavra de ordem. Homens de Ferro, heróis amadores brasileiros que vão nos representar pelo mundo, por paixão esportiva. 

Pois é, e no Rio? quem corre, agora quer nadar, pedalar e correr! 
Que wibe de Triathlon é essa que contagia cariocas de todas as classes? 


Aliás turbinada pela volta do Trianthlon Olímpico para a cidade, graças ao trabalho da Federação Carioca (FETERJ). Todas as distâncias e etapas acontecerão no bairro do Recreio dos Bandeirantes - Orla da Zona Oeste (RJ)

O que empreendedores e atletas têm em comum? Quem são os esportistas S.A?

Qual o limite para a superação de desafios esportivos cada vez mais difíceis? 
O Extremo virou programa em canal de TV aberta!

Abaixo, listamos alguns pontos em comum entre o sistema capitalista, que exige alta produtividade e incentiva o consumismo e o crescimento do grupo dos Esportistas S.A - perfil recentemente definido pelo Projeto Riologia* : 
  • ·         fazer a gestão dos riscos, ameaças e oportunidades;
  • ·         gerenciar o tempo;
  • ·         planejar;
  • ·         precisam de coragem;
  • ·         suar a camisa;
  • ·         pesquisar o “mercado”, conhecer bem os desafios que enfrentarão pela frente;
  • ·         planejar,
  • ·         fazer a gestão participativa para alcançar resultados reais e sustentáveis ao longo do tempo;
  • ·         comprometimento;
  • ·         medir o desempenho;
  • ·         aprender com os erros;
  • ·         ser resiliente, superar, recomeçar e realizar.
Do Triathlon, Leonardo Sava tirou a coragem para empreender em negócios no esporte. Criador do Circuito Bravos - prova de natação que abriu o mar do Rio para novos eventos do tipo - encontrou no esporte um caminho para superação e um meio de ganhar a vida. 

A história de Peter Pichnoff e Bernardo Tillmann, amadores cariocas, mostra que a superação está no dia a dia de quem trabalha e ainda mantém um estilo de vida  saudável!

Silvia Feijó é administradora de eventos, abriu um e-commerce e aproveitou a plataforma para lançar o desafio de migrar da corrida para o Triathlon.

Marcelo Esquilo triatleta, Dr. em Ciência do Esporte com a tese que tenta explicar a relação entre capitalismo e esportes de endurance, dono da assessoria esportiva “Esquilo”, mantém uma ONG há 17 anos sem patrocínio e organiza pequenos eventos sem patrocinadores, aos quais chama de treinões.

O próprio movimento Mentes de Ferro foi criado a partir da prática esportiva e engaja atletas e a sociedade em novas formas de investir no esporte de base. 



Gabriela Hermes

55 21 9923-0164

skype: Gabihermes
Instagram: @somosmentesdeferro
Outros links:
Esporte e Sustentabilidade:
Mentes de Ferro:
Antes de imprimir, pense que tomamos emprestado de nossos bisnetos este planeta e no nosso compromisso em devolvê-lo como um mundo melhor

*http://www.riologia.com.br/blog/event/esportistas-s-a/ - Eles estão encaixando em suas rotinas mais um item – o que, a princípio, poderia desviá-los do foco e diminuir produtividade. No entanto, o esporte, nesse caso, funciona como catalisador de mais performance também no trabalho. O esporte, aliás, tem muita coisa em comum com esse universo, como disciplina, desafio, superação, metas, relacionamento.

Nenhum comentário: