segunda-feira, 21 de outubro de 2013


 MENTES DE FERRO MARCOU PRESENÇA NO MTB DAS FAVELAS NA PROVIDÊNCIA!

MAIS DE 50 ITENS FORAM ARRECADADOS E BENEFICIARÃO JOVENS ATLETAS DE PROJETOS SOCIAIS!




Gabriela Hermes entrega Plaquinha “Respeite Um Carro a Menos” para a dentista Priscilla Oliveira (33), que doou. Foto: Divulgação


Domingo, 20 de outubro de 2013, o Morro da Providência foi um dos cartões postais cariocas escolhidos para mais uma etapa do Circuito MTB de Favelas. Thiago Gomes, o idealizador do MTB de Favelas, em depoimento para a Fina Arte Filmes e o programa de web TV do Mentes de Ferro, o  “Good Fit – documentários para uma vida + ativa”, reafirmou seu protagonismo social no fomento ao Ciclismo carioca. Destacou o trabalho de Claudio Santos, presidente da Federação Carioca de Ciclismo e exaltou a parceria com o Mentes de Ferro. Neste domingão, o Movimento envolveu todos os participantes da prova na causa justa de incentivar na cidade Olímpica a ampliação da base de uma das modalidades que mais rendem medalhas em Olimpíadas. O vídeo do documentário sobre o Good Fit, que a parceira do Mentes de Ferro, a Fina Arte Filmes está produzindo, estará no ar nesta quarta, a tarde, aqui no site e nas redes sociais do Mentes de Ferro!
Alex Cândido de Oliveira – o piloto de MTB conhecido como Javali tem 35 anos e há oito anos conseguiu patrocínios de marcas fortes de Ciclismo (Shimano, Tioga, OTL e Gios BR) para suas manobras radicais no Down Hill. Na etapa do MTB de Favelas neste domigo, 20/10, no Morro da Providência, ele conheceu o Mentes de Ferro. Não soube da Campanha Good Fit a tempo para separar as doações, mas, mesmo assim, foi o primeiro a  entregar o que tinha na mochila, em um exemplo incrível de desapego e amor a causa. Claro, ele levou a Plaquinha Respeite Um Carro a Menos. Detalhe: o Javali é  figura conhecida nas provas de MTB no Rio, mas mora no ABC Paulista e doou bonés irados para os futuros ciclistas!!
                                A geração do futuro promete! Foto: Gabriela Hermes

Impressionante a pista que a organização programou para os pilotos: descidas íngremes, estreitíssimas, escadarias e becos, quase sem saídas em meio a histórica comunidade e moradores. A história é  longa, começou em 1897: Morro da Providencia um dia já se chamou Morro da Favela, dando origem ao nome que passou a designar esse tipo de conjunto de habitações populares. Uma versão dá conta de que os soldados - que se estabeleceram no morro após o governo não cumprir uma promessa de construção de alojamentos na cidade - teriam encontrado no local a planta favela.
Os nomes Providência e Favela remetem à origem de fundação oficial da comunidade, em novembro de 1897, por soldados que lutaram na guerra de Canudos, na Bahia, derrotando os jagunços liderados por Antônio Conselheiro. Favela é o nome de um arbusto grande, cujas folhas provocam urticária, comum em regiões do sertão baiano e que já foi descrito por Euclides da Cunha em seu livro "Os Sertões", que fala da guerra contra Conselheiro. Providência seria referência ao rio em Canudos do mesmo nome. (fonte Jornal Folha de São Paulo). Hoje, a comunidade possui cerca de 4 mil habitantes, segundo o censo de 2010 do IBGE.
A presença de mulheres em provas de DHU representa uma quebra de tabu, muito bem descrita pela dentista Priscilla Oliveira (33), que na descida de hoje vacou (pra usar a gíria desta tribo radical), então o pódio ficou para a mineira, estudante de fisioterapia, Aline Benetello (20). Eram apenas as duas mulheres na prova hoje. Elas convocaram outras meninas a se renderem aos desafios do DHU. #ficaadica!! As duas doaram itens para a pratica da modalidade, mas na doação quem chegou primeiro foi a Priscilla, que levou a outra Plaquinha.
Cristiano Leite Vida (36) e Criantian Lucas Vidal (15) pai e filho falaram da importância do esporte na vida deles, juntos os dois têm evoluído ao longo dos últimos oito anos. Cristian começou a treinar aos 8 anos, hoje tem 15 e disputa pela categoria Junior. O pai é  motorista (de ambulâncias) e Cristian aluno do Colégio Estadual Ambai, localizado no bairro onde moram, no município de Nova Iguaçu .
Momento mais representativo do dia foi quando percebemos a presença de um fã clube de meninas ao entorno de André Gramacho Morton (15) da categoria juvenil. A mãe dele, dona Analin Morton, era só orgulho, tirava fotos com as câmeras e celulares das cerca de oito meninas, todas encantadas com a coragem do jovem ciclista.
Confira a  GALERIA DO GOOD FIT CICLISMO NA PROVIDÊNCIA e a arrecadação do Mentes de Ferro!



Nenhum comentário: